18.4.08

Zarabatana neles

Meu sonho de consumo é uma zarabatana e um estoque inifinito de flechas venenosas letais.

Para soprar no pescoço daqueles que, de madrugada, buzinam numa rua silenciosa como a minha - na verdade, para os que buzinam em geral, ainda mais de madrugada.

Para acabar com a raça dos transeuntes que eu nunca vi na vida e que, no meio da rua, querem pegar na minha filha bebê mínima vulnerável aos micróbios.

Para dizimar de vez os donos de cachorro que não catam a porra dos cocôs.

Para que ninguém nunca mais ouça falar da kombi que passa com auto-falante aos brados anunciando comprador de ferro velho - ar condicionado velho - geladeira velha - aquecedor velho etc. Idem para os donos de Brasílias decrépitas que vendem pão de leite, pão de cenoura, pão de sal, pão de milho, venha, senhora, para o seu lanche, madame, pão de leite etc. etc.

Para fingir que nunca existiram pessoas que param seus carros numa ruazinha qualquer, abrem a porta e colocam uma música em um volume ridículo.

A zarabatana é a arma ideal. A vítima está conversando, nem suspeita, e de repente, pff. Fecha o olho e fim.

Zarabatana neles, é meu lema.
.

6 comentários:

Liliane disse...

Pois é, eu moro junto de uma escola, de um clube, um estádio, uma universidade, e um quartel para onde são trazidos de helicóptero os feridos em acidentes nas estradas...
Domingo teve jogo no estádio e o time foi tricampeão... Fogos de artifício à meia noite eu acordei, e por sorte as crianças não... Depois que nossos filhos nascem é que escutamos os barulhos da cidade. E as pessoas estão cada vez mais sem noção

anna v. disse...

Liliane: Zarabatana neles!

Anunciação disse...

Zarabatana neles!

Cam Seslaf disse...

Ai, qualquer pessoa ou coisa que faça barulho perto de uma casa onde tem bebê merece uma saraivada. A minha escolinha do coração aqui instalou telhado de metal, me-tal, semana passada. Tá chovendo muito agora. Lá vem a bateria da Mocidade Independente. Zarabatana na diretora!

F. disse...

Dá para incluir os insuportáveis motoqueiros que pilotam em alta velocidade sobre as calçadas de Luanda para fugir do congestionamento e quase atropelam os inocentes pedestres como nós?

nino disse...

pois é eu comprei uma zarabatana baratinha no mercado livre e tb comprei 100 dardos e posso garantir que não tem terapia melhor,aqui em casa não tem mais nenhuma pomba ahahahaha,a pontaria é certeira e pegou matou ahahahaha
tenho me divertido muito ahahahaha