15.5.11

Paguei pela língua

Eu tinha escrito aqui mesmo: Podem me cobrar.
Pois é. Festa de Dia das Mães da Creche.
Burra, burra, burra, caí nessa outra vez.
E o que posso dizer? Que a proximidade da nossa casa, uma das grandes, enormes, imensas vantagens de termos escolhidos essa creche em detrimento de outras, às vezes parece cobrar um preço bem caro. E que sou pessimista em relação às futuras gerações, haja visto esses pais que andam por aí impunes.
Mas enfim. Foi bem bonitinha a apresentação de balé de Mathilde, e a apresentação da turminha dela também. O problema foram as outras dez turmas.
Não tenho fotos para colocar aqui porque, apesar de ter levado a máquina, fiquei estupefata com o paredão de pais e mães que se colocavam na frente de todas as outras pessoas para tirar suas próprias fotos. Pobre tola, resolvi ficar sentada nas cadeiras!
Foi mal, estou num momento misantropa.

5 comentários:

Anônimo disse...

Foi mal nada, adorei!


Queria que contasse tudo o que presenciou, fiquei esperando mais...para rir muito com a tão conhecida falta de noção" dos papais e mamães das criancinhas, desse país tão educado (rsrsrs)

Liz

Liliane disse...

Never say never,
Faço coro com a liz, conta ai das venturas e desventuras destas vez
bjos

Deh disse...

Rá, no fim do ano foi IGUALINHO na festa de final de ano da escola do pequeno. Uma horda de mamãs e papás sem um pingo de noção fazendo paredão. Foi preciso pegarem o microfone pra implorar pra tirarem as fotos sentados no chão ou de joelhos ou o escambau. Eu tava superafins de jogar um sapato de lá do fundo, que eu sou civilizadona e tava sentadinha pra ver meu molequim dançar.

Isabella disse...

Hahaha, conta mais! Ate a Deh deu mais detalhes da festa do filho dela. :P

anna v. disse...

Vocês, hein. Vou te contar. Só querem saber da desgraça alheia.
;-p