21.11.08

Dicas utilíssimas para o seu dia-a-dia

Ó só: quando traduzir um texto do inglês para o português, releia. E quando reler, corte todos os ele/ela/dele/dela/seus que puder.
Sabe por quê?
Porque em inglês não tem aquela história de desinência-número-pessoal, é tudo aquela po-bre-za de I went, you went, he/she/it went, they went, I put, you put, he put, they put, e isso mesmo, put-a-merda.
Daí que eles precisam dizer quem é que went, quem é que put, o tempo todo, se foi ele, se foi ela, se foi você, se fui eu. Então não fica ruim em inglês repetir 88 pronomes por parágrafos. But. Em português fica. Muito ruim. Nossa língua cisma de ter essas belas desinências, que tornam desnecessárias as repetições do pronome. Assim sendo, amigo, podendo cortar um "ele", corte.

Outra: em inglês também não fica ruim repetir os adérbios de modo terminados em "ly". Em português fica. Beeem ruim. Um monte de "mente" no parágrafo. Então, prezado, vire-se com "de forma [adjetivo]" e "de maneira [adjetivo]".

Então, como este post está muito específico e inútil, seguem umas palavras inglesas que não conhecia e incorporei recentemente ao meu vocabulário.

Betroth – contratar casamento, ficar noivo

Convey – transmitir

Covetous – cobiçoso, ganancioso, avarento, sovina

Dwell on – alongar-se, estender-se, insistir, frisar

Extant – sobrevivente, existente, subsistente

Lurch – guinada, desvio súbito

Painstaking – cuidadoso

Procure – obter, conseguir, arranjar, adquirir, granjear

Purvey – fornecer, abastecer

Rabble – turba, ralé, multidão

Time-serving – oportunismo, contemporização

Unremitting – incessante, ininterrupto, infatigável, incansável, constante

Whet – aguçar, estimular, despertar, excitar

Tenho certeza de que essas informações são fundamentais para um bom fim de semana!
-

6 comentários:

Sal Ober disse...

muito muito bom. na verdade a articulação entre idiomas é muito peculiar havendo apenas e somente o critério de não atrapalhar anglo-saxonicos.
enfim
continuemos a falar jobim

saudações

http:\\coresemtonsdecinza.blogspot.com

Carol disse...

Lurch é linda, perfeita pra ser companheira de Guinada.

thanks

F. disse...

sabe que descobri essa palavra "procurement" aqui em Angola, por causa da convivência com expatriados de empresas inglesas e americanas. Todas têm um procurement, que é mais ou menos o cara que tem de achar, em Luanda, coisas que nenhum outro ser humano é capaz de encontrar.

Clara Lopez disse...

O problema das listas é guardá-las na cabeça...:) mas se a gente usa numa frase, traduzindo, fica mais fácil gravar né não?. Eu tenho muita dificuldade com vocabulário, muito pobre o meu in english.
um beijo,
clara lopez

Luis disse...

Anna,

Bela dica, a dos cortes.Realmente lamentável qdo se está lendo e, então,(ei, revisão, olha o cochilo aí!) surge uma personagem que "lava as suas mãos". Mas que catzo, vai lavar mãos alheias? Abraços.

Isabella disse...

Estou rindo aqui com o seu bom humor... =)