15.4.07

Voltei

Depois de um mês, caramba, nem sei por onde começar.

Talvez comece pelo início e fim de todas as grandes viagens: o avião. Minha idéia é lançar a companha "Comunismo nas Nuvens - Por um avião sem classes". Porque olha, francamente, passar dez horas naquele aperto desumano a que nos submetem os aviões é uma tortura. Muito, muito esprimido. Isso porque eu tenho um metro e sessenta. E aí você olha um pouquinho ali na frente e vê os latifúndios da classe executiva. E ainda tem a primeira classe, que não dá nem pra ver, ali dos confins da turística. Por que é que nos submetemos a essas condições, hein? Para viagens de mais de 5 horas deveria ter um espaço mínimo obrigatório maior. Muito maior. Todos os lugares deveriam ser maiores, e sem esse esnobismo das classes diferentes. E ainda tem a porcaria do serviço de bordo, em que você pena para conseguir um cálice de água.

Hmm, mas não sei, começando desse jeito até parece que a viagem foi uma porcaria. Que nada. Os últimos 30 dias foram ótimos. Só não deu mesmo pra escrever em blogue. Quando tinha uma internet era pra checar os emails e tchau. Teve bastante trabalho. Mas teve muita curtição e férias também. E muita comida e bebida. Ó, céus, meu santo Vigilantes do Peso, valei-me. Primeiro, muito queijo, vinho e croissant. Depois, muito bacalhau e pastel de nata. E aí já deu para sacar onde eu estive.

Tem muitas fotos. Desta vez tem até vídeos! Vou colocar aos poucos.

E vocês aí, hein? Quais são as últimas do animado mundo dos blogues?

4 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Que bom que voltou! E chegamos juntos. Vc de volta e eu pela primeira vez. Já gostei do que li. Vou linka-la para voltar sempre. Bom domingo!

PS- Ia saindo e resolvi voltar para me apresentar: sou amigo e leitor do Valter e do Lord! Só.

Lord Broken Pottery disse...

Anna,
Participo da campanha incondicionalmente! Tenho um metro e oitenta, dá pra imaginar meu sofrimento. Sempre que tenho a felicidade de pegar um avião da BA rumo a UK, sofro onze horas seguidas. Não durmo, fico em pé o tempo todo, chego despedaçado ao meu destino. E o pessoal da primeira classe roncando...
Beijão

anna v. disse...

Oi, Eduardo, obrigada e seja bem-vindo!
Lord, ajude a disseminar a campanha. Chega de sofrimento aéreo!

Ferdi disse...

Oba, que bom que voltou! Olha, em avião eu tenho uma técnica. Pego sempre poltrona de corredor (dá para espalhar as pernas pra e não precisa acordar 3 pessoas para ir ao banheiro). Aí, levo um livro bem fácil de ler, daqueles best sellers mesmo que te engolem, porque me transporto para a história e esqueço que estou dentro daquela lata voadora.