12.7.07

Embarangamento sem glamour

Acontece com todas as grávidas. Ali entre o terceiro e o quinto mês de gestação, mais ou menos, seu corpo já mudou externamente. Mas você ainda não exibe aquela barriga redonda, obviamente com um bebê dentro, que as pessoas amam e acham linda por conta do Mito da Maternidade, que transforma as grávidas em semidivindades. Ainda não. Nesse período meio intermediário, você simplesmente embarangou: está mais gorda, perdeu a cintura, e seus peitos estão enormes. É o embarangamento sem glamour. As pessoas que não te conhecem tão bem mas te vêem com freqüência (seus vizinhos, por exemplo, o sorveteiro da esquina, o ascensorista) ainda não perceberam que você está grávida -- apenas acha que você "deu uma caída". Chegam a olhar para o seu marido com uma certa pena. As mulheres não comentam, mas a gente percebe um olhar de comiseração.
Eu no metrô faço a maior cena, uso umas batinhas que comprei e que realçam muito a barriga (até para quem não tem barriga), coloco a mão nas cadeiras (pose típica da grávida), mas até agora não tive nenhum sucesso. Nin-guém me cedeu o lugar.
Humpf.

8 comentários:

Daniela disse...

É exatamente assim! Mas não se preocupe, querida. No quinto mês, como vc. mesma já disse, você vira uma deusa! Até o sétimo, bem entendido, porque em seguida, acho, a gente fica é imensa mesmo. (não passei por esse final, o Mateus nasceu com 6 meses e 3 semanas). Boa sorte!

emilia disse...

olah Anna,

Parabens pela gravidez! faz tempo que nao leio seu blog e nem sabia que estava esperando bebe. Espero que curta esta experiencia unica (eu me achava quando estava gravida) e , se ninguem ceder lugar para voce no metro , pede. Eh assim oh: moco, por favor deixa eu sentar aih pois eu estou gravida.Aih,voce faz aquela cara de quem estah morrendo e eles deixam.
Aproveita tambem para entrar em todas as filas preferenciais. Voce sabia que na Suica nao tem disto? as gravidas ficam na fila e pronto.Alias, nao existe isto em pais algum na Europa...
Quanto ao "mito da maternidade", seria um papo para 1500 emails. Agora estou tentando transferir este mito para os pais. Vai ficar meio assim: "experienciando a paternidade num mundo pos-emancipacao- uma aventura libertadora".
beijao,
emilia

MegMarques disse...

hehehehe, melhor que pôr a mão nas cadeiras é dar uma alisada na barriga e segurá-la por baixo, assim como se vc estivesse carregando-a no braço. Aí todo mundo se toca de que é uma grávida e dão lugar na fila, na cadeira do ônibus, etc.

bjos

a balzaquiana disse...

Que vergonha... soube agora da gravidez! Mas estou voltando ao mundo agora. Perdão querida! Mas que ótima notícia! Aproveita a fase... eu ainda quero passar por isso! Talvez ano que vem, ou o outro... mas eu vou! PARABÉNS!

anna v. disse...

Dani, 6 meses e 3 semanas! Caramba! Por quê, o que houve?
Emilia, tenho uma certa vergonha de pedir. Esse papo de "oi, tô grávida" pra mim parece uma espécie de auto-promoção, sei lá. Maluquices minhas. E a Suíça, hein? Que subdesenvolvimento! :-)
Meg, boa! Vou tentar.
Balzaquiana, obrigada. Estou aproveitando, sim. E vou contando por aqui, aos pouquinhos.

Tatiana disse...

eu acho grávida gorda baranga. mas tem grávidas lindas...mesmo barrigudas

anna v. disse...

cara, estamos agora com 16 semanas, acho que cheguei ao auge da deselegância. cruzes!

Cam Seslaf disse...

Hahahahaha, eu fiz a mesma coisa!