6.5.07

É o meu maior prazer vê-lo brilhar


Eu prometo que isso aqui não vai se tornar um blogue monotemático. Prometo. Já vai passar.

8 comentários:

Ferdi disse...

Olha amiga, eu sou palista, palmeirense e pra mim não fazia a menor diferença quem vencesse ontem... Mas você tem que admitir que teve que um apito amigo daquele bandeira ontem....

anna v. disse...

Ah, ferdi, mas só teve. Aliás, sempre tem. Para um lado ou para outro. Eu só fico chateada quando vem a teoria da conspiração arco-íris dizer que só o Flamengo se beneficia com os erros de arbitragem. Jogue a primeira pedra o clube que nunca se beneficiou e nunca se prejudicou por um erro feio de arbitragem. Eu não acho que tenha que ser assim, nem acho, como ouço tanta gente dizer, que "essa é uma das graças do futebol". Não é. Eu não entendo por que não usam a tecnologia disponível para ajudar nos casos de dúvida.

Rodrigo disse...

Acho que o apito amigo mais drástico que eu vi foi o do Santos x Botafogo na final do Brasileiro de 95. Eu não acho o Botafogo menos campeão por isso, embora fosse óbvio que o Santos era um time melhor. Assim como é bobagem diminuir o título do Flamengo: no fim das contas, o time tão superior, como dizem ser o Botafogo, não conseguiu vencer o time inferior. Concordo com você, Anna. Não é uma das graças do futebol - mas, já que não utilizam a tecnologia, fazer o que? Tem que aceitar o erro e descartar as teorias conspiratórias.

Ferdi disse...

Longe de mim criar polêmica, Anna e Rodrigo. O que irrita mesmo não é o árbitro errar, porque essas coisas acontecem mesmo. O que irrita é a imprensa esportiva ignorar totalmente o fato no dia seguinte. Imagina se fosse o contrário. Vocês não acham que todos os jornais iam dizer "Com ajuda do juiz, Botafogo tira Carioca do Flamengo"? Eu, que venho de fora, acho muita estranha essa proteção toda ao Flamengo, entende?

Milton Ribeiro disse...

Ia comentar este grande disco do Tom que tenho em vinil quando caiu a ficha...

Parabéns, campeã.

Lord Broken Pottery disse...

Anna,
Futebol é assim mesmo. O que importa é ser campeão. Quando os botafoguenses vierem reclamar, você lembra a eles o título que ganharam, também roubado, do meu Santos em 1995. Foi menos título? Reconhecem o erro do Márcio Rezende de Freitas?
Saudações desse seu amigo, também campeão.
Beijo

anna v. disse...

Rodrigo, o problema é que as teorias conspiratórias não descartam a gente. Nunca.
Ferdi, esta é outra teoria muito difundida, a da "FlaPress". Mas essa eu não acho totalmente descabida, não. Agora, não creio que isso aconteça porque os editores de jornais e TVs sejam rubro-negros, e sim porque quando o Flamengo ganha vende-se mais jornal e há mais audiência.
Milton, também amo este disco. São duas entidades muito sofisticadamente brasileiras - Tom e a torcida do Flamengo - elegendo o mesmo símbolo. Bonito isso, hein?
Lord, exato. A gente reconhece os erros e comemora.

Anunciação disse...

Imagem linda!