13.10.06

Mi Buenos Aires Querido - parte 5

Buenos Aires é a sua cidade se você...
... é fumante -- pode-se fumar em qualquer lugar, inclusive os espaços reservados para não fumantes. (A bem da verdade, li no jornal do dia 30/9 que a partir de 1/10 entrava em vigor a lei que proibia fumar em ambientes fechados. Mas como voltei no dia 30/9, a impressão que fiquei é que são todos chaminés ambulantes.)
... é um cachorro -- passeador de cachorros é "a" profissão em voga na capital argentina. Difícil de entender por que tanta gente resolve ter cachorro se não consegue nem mesmo passear com eles. E são muitos os parques, pela cidade toda. Alguns com áreas de lazer para cães (!).
... gosta de flores -- quando encontrar um prédio residencial que não tenha varandas, fotografe e me mande. Eu acho que só vi um -- e olha que procurei. Como bons europeus misplaced*, os argentinos amam varandas com flores. E os quiosques com flores maravilhosas pipocam por todas as avenidas. Ainda mais nessa época que eu fui, início da primavera. Super bonito mesmo. (As fotos deste post são as que eu tirei lá.)

(*alguma sugestão de tradução para "misplaced"? eu às vezes peno com palavras sem tradução exata. "fora de lugar" não me parece a melhor opção, porque não tem esse caráter de "por engano" que vem no prefixo "mis". algum leitor tradutor pra me ajudar?)


Comes e bebes - alfajores
Eu não gostava muito de alfajores. Sei lá por que, associava a pão-de-mel, que é um troço que eu não gosto mesmo. Até que A. e J. me apresentaram aos alfajores Jorgito, um dos mais tradicionais da Argentina. Mudei completamente de idéia a respeito dessa iguaria que, tanto quanto sei, só existe lá. O Jorgito é um espetáculo, e custa a bagatela de 0,60 peso. A novidade é que agora existe o Jorgelín, um "maxi-alfajor de 3 tapas", ou seja, três andares. Uma espécie de Big Mac dos alfajores -- chocolate, doce de leite, mais chocolate, mais doce de leite, e mais um andar de chocolate. Uma refeição, em termos de calorias. O Jorgelín sai por 1,50 peso, mas procurando encontra-se até por 1,00. Nem precisa dizer que foi o meu presente para todo mundo. Comprei mais de 20. Para os mais sofisticados, a sugestão para um "alfajor de autor" é o Abuela Goye -- tem uma lojinha no shopping Alto Palermo.


Comes e bebes - helado
Amantes de sorvetes, bem-vindos a Buenos Aires. As sorveterias (heladerias) abundam, e pagam tributo mais uma vez à influência carcamana. Pra quem gosta daquele maravilhoso sorvete italiano, é um paraíso. Em especial, a sorveteria Volta, chiquésima, na Avenida del Libertador, perto do Jardín Japonés. O Freddo, uma rede muito tradicional ("um clássico argentino" é o slogan) que tem filiais em todos os cantos, achei meio caído. E me falaram bem do Munchie's, mas não consegui experimentar.


Transportes - ônibus
Evite. É uma droga. São ônibus velhos caindo aos pedaços, via de regra lotados. Pra completar, o sistema de pagamento é idiota. Tem uma máquina que emite um tíquete (o valor pode variar dependendo da distância que você irá percorrer -- entre 70 e 80 centavos de peso) e só aceita moedas. É óbvio que da única vez que eu tive que pegar um ônibus (porque deu um problema no metrô) não tinha as moedas todas, estava na hora do rush, o motorista era um grosso, e eu tive que ficar pedindo a cada passageiro pra trocar pra mim uma nota de 2 pesos por moedas.
 Posted by Picasa

3 comentários:

Anônimo disse...

Alfajores é realmente uma delícia, os que eu comia no sul, não lembro mais os nomes das marcas, não tinham nada de pão de mel :-) Tô adorando esses posts ! Beijocas.

Surya disse...

Eu também, eu também, quero ir a Buenos Aires correndo!!! Agora a questão que não quer calar: você foi solita ou acompanhada? E os porteños?

anna v. disse...

Ana, não sei de onde tirei a analogia com o pão de mel. Felizmente me recuperei a tempo.

Surya, foi o seguinte: meu marido foi para a Alemanha, a trabalho (mas o trabalho dele é com um grupo de amigos tão bacana que mais parece uma excursão). Aí, como sou do tipo vingativa, resolvi viajar na mesma semana, e fui com uma amiga para Bs As. Mas enfim, como sou assim comprometidésima, não fiquei atrás dos portenhos. Mas olha, bem que poderia, porque eles continuma tudo de bom, sim. ;-)