13.7.06

Páginas da vida

Pra não dizer que não falei da nova novela de Manoel Carlos.
Eu e a minha avó andando pelo Leblon, num domingo à tarde. Na época passava Mulheres Apaixonadas. Ou Por Amor. Ou Laços de Família. Sei lá, uma dessas. Eis que surge o Manoel Carlos vindo na nossa direção, passinho lento, de bengala, braço dado com uma moça.

-- Olha lá, vó, o Manoel Carlos.
-- Quem? Onde?
-- Manoel Carlos, o autor da novela.
-- Ah, adoro a novela. Vou falar com ele!
-- Quêisso, vó! Fica na sua.
-- Me solta, me solta, eu vou lá.
(Vovó se desprende do meu braço e evolui até o autor)
-- Manoel Carlos, que prazer te conhecer, eu adoooro as suas novelas.
-- Obrigado, obrigado.
-- É um conforto, sabe, pra gente, de noite. Ver as novelas. Acompanhar.
-- Que bom, fico feliz.
-- Então tá. Olha, adorei te conhecer. E justamente aqui no Leblon!

Quem tem vó tem tudo, não é?

Um comentário:

Alena disse...

Ainda bem que ela gosta da novela... senão ele correria o risco de tomar guarda-chuvadas... Kkkkkk