20.7.06

Rumo a Tóquio

Luizão marca o segundo do Flamengo. Foto: www.estadao.com.br
... Quero cantar ao mundo inteiro
A alegria de ser rubro-negro...

(Não sei o que diz o Tratado de Versificação da Língua Portuguesa sobre a combinação de "inteiro" com "negro", mas pra mim rima rica é isso aí.)

E vocês já sabem: a Copa do Brasil é o caminho mais curto para a Libertadores. E que linda foi a homenagem da torcida aos campeões de 1981. Arrepiante.

4 comentários:

Rodrigo disse...

Dezenas de camisas do Flamengo hoje nas ruas.

Eu até usaria a minha, se ela já não estivesse rosa.

E o Obina, heim? Melhor que o Zidane.

anna v. disse...

Eu tb usei um modelito rubro-negro.
Quanto ao Obina, não sei não. Acho que é o tipo do cara que daqui a um tempinho não vai mais acertar nada e aí nós vamos adorar odiá-lo.

Bela Caleidoscopica disse...

Uia, eu sabia que não podia ter sido gratuita essa empatia!
hahahaha
saudações rubro-negras, amore!

anna v. disse...

Hahaha.
Mengo!